Bem vindo

Livros

Promoção!

Best Seller Portugueses

30.00 19.99

Dois dos Autores Portugueses Mais Lidos

na Atualidade

 

Estes são dois romances escritos por dois dos Autores mais lidos em Portugal atualmente. Absolutamente fascinantes. O prazer de ler histórias bem construídas e melhor contadas!

São vendidos os dois livros em conjunto.

Forma preferencial de pagamento: Transferência Bancária.

Podem ser facultadas outras formas de pagamento.

Em caso de envio por Correio, os portes de envio ficam a cargo da/do Cliente.

Este produto está inserido no nosso Programa de Afiliados.

Resolução Alternativa Litígios Consumo

Em caso de litígio, o Consumidor pode recorrer a uma Entidade de Resolução Alternativa de Litígios de Consumo (RALC).

Centro Nacional de Informação e Arbitragem de Conflitos de Consumo

Contactos:

CNIACC – Centro Nacional de Informação e Arbitragem de Conflitos de Consumo

Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa

Campus de Campolide

1099 – 032 Lisboa

Tel: 213 847 484 das das 15.00h às 17.00h / 91 922 55 40

Fax: 213 845 201

E-mail: cniacc@unl.pt

Website: http://www.arbitragemdeconsumo.org

https: www.facebook.com/cniacc

Mais informações em Portal do Consumidor www.consumidor.pt

Categoria:

Descrição

Duas Formas Apaixonantes de Contar Histórias

Sobre Miguel Sousa Tavares:

“O livro é quase um serviço público: tem que dar aos outros qualquer coisa em termos de informação, de distração, de romancear. Fazer o leitor ficar pensando nos personagens, no romance, na história. Tem que deixá-lo imaginar. E não basta escrever bem, tão bem que o leitor a certa altura pare de ler porque não está a seguir uma história, mas um texto literário. Escrever é um serviço prestado aos outros. É como ser médico, arquiteto, bombeiro. É um serviço público, você escreve para os outros. Não escreve para si, nem para seu grupo de amigos, nem para os críticos.”

 

“Nas suas mais de 600 páginas, a obra descreve a história, de três gerações, de uma família latifundiária alentejana ao longo de trinta anos. Entre o ano de 1915, em Sevilha, e o Vale do Paraíba em 1945, trinta anos da história do Século XX correm ao longo das páginas deste romance, com cenário no Alentejo, Espanha e Brasil. Através da saga dos Ribera Flores, proprietários rurais alentejanos, o leitor é transportados para os anos tumultuosos da primeira metade de um século marcado por ditaduras e confrontos sangrentos, onde o caminho que conduz à liberdade parece demasiado estreito e o preço a pagar demasiado alto. Entre o amor comum à terra que os viu nascer e o apelo pelo novo e desconhecido, entre os amores e desamores de uma vida e o confronto de ideias que os separam, dois irmãos seguem percursos diferentes, cada um deles buscando à sua maneira o lugar da coerência e da felicidade”.

Segundo o autor, Rio das Flores resulta de um minucioso e exaustivo trabalho de pesquisa histórica, durante três anos, que serve de pano de fundo a um enredo de amores, paixões, apego à terra e às suas tradições e, simultaneamente, à vontade de mudar a ordem estabelecida das coisas. Três gerações sucedem-se na mesma casa de família, tentando manter imutável o que a terra uniu, no meio da turbulência causada por décadas de paixões e ódios como o mundo nunca havia visto.

 

 

Sobre José Rodrigues dos Santos:

“José Rodrigues dos Santos é hoje um dos jornalistas mais influentes para as novas gerações e no panorama informativo nacional. No entanto, além da sua mais conhecida faceta como jornalista, José Rodrigues dos Santos é também um ensaísta e romancista. Especialmente nesta última vertente, tornou-se dos escritores portugueses contemporâneos a alcançar maior número de edições com livros que venderam mais de cem mil exemplares cada. Até ao final de 2012 publicou quatro ensaios e dez romances”.

 

“O Sétimo Selo é o título do quinto romance do jornalista e escritor português José Rodrigues dos Santos, lançado em 2007 pela Gradiva.

O protagonista principal, o Professor Tomás Noronha, é o mesmo dos predecessores O Codex 632 e A Fórmula de Deus.

Uma vez mais, esta obra tornou-se um instantâneo sucesso de vendas, alcançando uma tiragem de 80.000 exemplares apenas nas duas primeiras semanas após o lançamento em 20 de Outubro de 2007.

Esta obra fala-nos sobre os problemas ambientais existentes no nosso planeta, bem como do único cartel legal do mundo (OPEP), dos campos de petróleo e do fim do mesmo.

 

A história gira à volta de dois homicídios parcialmente semelhantes. Dois professores ligados ao mesmo projecto são encontrados mortos com uma diferença de algumas horas, ambos com um bilhete assinado de 666, o “número da besta”. Tomás Noronha, um historiador, é contactado pela Interpol para decifrar esta sinistra semelhança nos dois corpos. Durante a investigação Tomás vê-se envolvido num mundo de intriga, mistério, descoberta, puzzles que se tornam cada vez mais claros: o Apocalipse está a chegar.

Enquanto isto, Tomás Noronha vê-se perseguido por uma outra situação. Tomás Noronha tem uma mãe viúva que apresenta indícios sucessivos de Alzheimer. Para além da pressão quer se acumulava à medida que o protagonista avança no enigma em questão, Tomás terá de viver com o peso de que um dia a sua mãe se esqueçerá para sempre de quem este representa”.

1

Your Cart