Bem vindo

Livros

Promoção!

Literatura Erótica

30.00 19.99

Dois Grandes Livros de Literatura Erótica Contemporânea

 

Duas formas diferentes de viver a sexualidade feminina.

Duas realidades culturais distintas.

Duas excelentes obras plenas de Erotismo e Sensualidade que prendem inevitavelmente a atenção de quem as lê

Uma leitura deveras Estimulante!

 

São vendidos os dois livros em conjunto.

Forma preferencial de pagamento: Transferência Bancária.

Podem ser facultadas outras formas de pagamento.

Em caso de envio por Correio, os portes de envio ficam a cargo da/do Cliente.

Este produto está inserido no nosso Programa de Afiliados.

 

Categoria: Etiqueta:

Descrição

Sobre “A Amêndoa”

O primeiro romance erótico escrito por uma mulher árabe.
Romance erótico autobiográfico, A Amêndoa é uma viagem inesquecível à sexualidade oculta de um mundo que é, aos nossos olhos, puritano. E também um testemunho excepcional e sem precedentes: pela primeira vez, uma jovem mulher árabe ousa transgredir o tabu do sexo e quebrar o silêncio para contar a história do seu despertar sexual, exprimindo-se livremente sobre a sua vida íntima, numa narrativa ao mesmo tempo bela e perturbante.
Badra é uma jovem viúva muçulmana que abandona a pequena cidade de Imchouk para viver com a irreverente ex-mulher do seu tio Slimane. Em Imchouk, era de esperar que a vida de Badra se submetesse à vontade e aos desejos do marido, mas agora ela vai ter, pela primeira vez, oportunidade de questionar a sua realidade mais profunda. Quando desenvolve uma fogosa relação com um médico, Badra irá redescobrir-se enquanto ser sexual…

CRÍTICAS DE IMPRENSA
“Apresentado como o primeiro romance erótico escrito por uma árabe, A Amêndoa revela-se, afinal, um relato extraordinário que desnuda rituais e tabus numa sociedade onde, em tempos, “dar e receber prazer era um dever do crente” (…) Crua, lúbrica e sensual, A Amêndoa revela “uma verdadeira escritora” e poderá “marcar a nossa literatura contemporânea”, escreveu Marianne Payot na revista francesa L”Express. O sexo – curioso, reprimido ou insaciável -, está presente nas 160 páginas deste livro. O amor, esse, ganha forma à beira da morte e depois dela.”
(Margarida Santos Lopes, Público, 09 de Julho de 2005)

EXCERTOS
“Ao longo destas linhas onde oração e esperma se misturam, tentei derrubar os muros que, hoje em dia, separam o celeste do terreno. [….] Ergo estas palavras, como se ergue uma taça, à saúde das mulheres árabes, para quem reconquistar a palavra confiscada sobre o corpo já é meia cura dos seus homens (…) Estou-me nas tintas para os carneiros e para os peixes, para os árabes e para os rumis, para o Oriente e para o Ocidente, para Cartago e para Roma, para Henchir Tlemsani e para os jardins suspensos da Babilónia, para Galileu e para Ibn Batuta, para Naguib Mahfouz e para Albert Camus, para Jerusalém e para Sodoma, para o Cairo e para São Petersburgo; para São João e para Judas, para os prepúcios e para os ânus, para as virgens e para as putas, para os esquizofrénicos e para os paranóicos, para Ismahan e para Abdelwahab, para o uádi Harrah e para o oceano Pacífico, para Apollinaire e para Mutannabi, para Nostradamus e para Diop, o marabu.”

 

Sobre “Escovei o Cabelo 100 Vezes Antes de Me Deitar”

“Dezassete anos, um diário, a descoberta de um mundo novo e diferente: o próprio corpo de adolescente, a viagem à procura de si através do sexo, o desejo de agarrar aquele sentimento sempre intangível que é o amor. E, depois, a ilusão de o encontrar em muitas camas, em muitos corpos, em casas desconhecidas com homens que não a amam.
Para Melissa tudo começa com a sua primeira vez: Naquele momento compreende, ou julga compreender que os homens não desejam a essência de uma mulher, não são capazes de amar prescindindo do corpo. Por isso Melissa entrega o corpo a quem lho pede, por isso dá-se na esperança de que alguém, olhando-a nos olhos, se aperceba da sua sede de amor, acabando, porém, num túnel escuro e porco, de humilhação de dor, no qual correrá o risco de perder para sempre aquilo que tem de mais precioso: ela própria.

“Lírico e devastador, duro e romântico, Escovei o Cabelo 100 Vezes Antes de Me Deitar é, no entender de vários críticos, a revelação italiana mais forte e surpreendente dos últimos anos. Desde a sua publicação, em Julho de 2003, o livro, traduzido já para várias línguas, conheceu várias edições vendendo mais de 400.000 exemplares em apenas dois meses e ocupando o primeiro lugar de todas as listas dos livros mais vendidos em Itália”.

 

Resolução Alternativa Litígios Consumo

Em caso de litígio, o Consumidor pode recorrer a uma Entidade de Resolução Alternativa de Litígios de Consumo (RALC).

Centro Nacional de Informação e Arbitragem de Conflitos de Consumo

Contactos:

CNIACC – Centro Nacional de Informação e Arbitragem de Conflitos de Consumo

Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa

Campus de Campolide

1099 – 032 Lisboa

Tel: 213 847 484 das das 15.00h às 17.00h / 91 922 55 40

Fax: 213 845 201

E-mail: cniacc@unl.pt

Website: http://www.arbitragemdeconsumo.org

https: www.facebook.com/cniacc

Mais informações em Portal do Consumidor www.consumidor.pt

0

Your Cart